Em nosso Ecossistema de Aprendizagem, as ações de Extensão assumem lugar de destaque no currículo e na jornada do estudante, em linha com as recomendações do Ministério da Educação e das Políticas Nacionais de Ensino.

Elas garantem o princípio da indissociabilidade ‘Ensino-Pesquisa-Extensão’, contribuindo para uma educação focada no protagonismo do estudante e promovendo a efetiva transformação da sociedade e do país.

Em linhas gerais, a Extensão é essencial para que os estudantes coloquem em prática os aprendizados obtidos ao longo do curso universitário. É uma maneira valiosa de inserir os futuros profissionais em um cenário de completo desenvolvimento de suas habilidades, competências e conhecimentos, com a criação de impacto direto e imediato nas comunidades e, de quebra, contribuindo para a melhoria de nossa sociedade.

“A Extensão Universitária, sob o princípio constitucional da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, é um processo interdisciplinar, educativo, cultural, científico e político que promove a interação transformadora entre Universidade e outros setores da sociedade.”

Política Nacional de Extensão Universitária (2012)

Conforme a Resolução do MEC nº 7, de 18 de dezembro de 2018, as atividades de extensão devem compor, no mínimo, 10% do total da carga horária curricular estudantil dos cursos de graduação, fazendo parte da matriz curricular dos cursos.

A AGES acredita que a transformação das partes transforma o todo.

Confira o Edital aqui e os projetos e links para inscrição aqui.

Inscrições até o dia 27/4 (segunda-feira).